terça-feira, 14 de novembro de 2017

Quando a curiosidade de uns contribui para a aprendizagem de todos…

Enquanto utilizavam tesouras, o V. reparou que ele e a E. tinham tesouras de cor verde, uma verde claro e outra verde escuro.

“E. são iguais!” (V. )
“Não, essa não é verde.”(E. )
“É, é!” (V. )

Para saberem se as duas tesouras eram verdes ou não,  foi-lhes sugerido que fizessem uma experiência... 
Numa folha, colocaram um pouco de tinta verde e enquanto a E. juntava a tinta branca, o V. misturou as duas cores. Durante este processo, perceberam que ao juntar a tinta branca criaram a cor Verde claro. Decidiram, então, repetir este processo, mas agora com o Azul.


Contentes com a descoberta que tinham feito, partilharam-na com todo o grupo.


Após a comunicação, rapidamente surgiu no grupo a vontade de fazerem as suas próprias experiências. Então, cada criança escolheu duas cores, criando novas cores, e no final todos partilharam as suas produções...




sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Mas afinal... Quem faz o mel?

Durante uma manhã, a E. contou-nos que foi a uma quinta onde viu o "senhor das abelhas" e partilhou connosco algumas fotos do seu passeio em família.
Em conversa com a mãe A. e o pai Y., descobrimos que trouxeram da quinta alguns favos de mel, que queriam mostrar ao grupo.

No dia combinado, recebemo-los na nossa sala e, sempre muito atentos e curiosos, ouvimos as novidades que traziam, observamos os favos e provamos o mel que deles saía. 



Depois de todos provarem a E. quis partilhar os favos de mel com as restantes salas...


Já na sala, enquanto conversavamos sobre a visita dos pais da E., alguns de nós dizíam que quem faz o mel é o senhor da quinta, outros diziam que são as abelhas. Surgiu, então, a pergunta...

" De onde vem o mel?"

Para tentarmos responder a esta questão, fomos pesquisar em alguns livros e projetos que outros grupos de crianças já tinham feito sobre o assunto e confirmamos que são as abelhas que fazem o mel.
Durante as nossas pesquisas, descobrimos ainda as respostas a outras perguntas que foram surgindo como " As Abelhas picam com o quê?" e " Como se chama o senhor das Abelhas?".


Depois de recolhida a informação necessária, construímos o livro do nosso projeto com as descobertas realizadas, que mais tarde partilhamos com o restante grupo e com as outras salas.


quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Um Caracol, uma Mosca ou um Gafanhoto?

Encontramos à porta da nossa sala um bicho que não conhecíamos, mas que nos deixou muito curiosos...


Depois de o observarmos muito bem, surgiram algumas sugestões do que poderia ser..
um Caracol ou uma Mosca?


Muito indecisos, resolvemos perguntar aos meninos da sala da Mariana se nos conseguiam ajudar. 
Logo, surgiu outra hipótese.... um Gafanhoto!


Agora com três hipóteses, achamos que o melhor seria procurarmos imagens destes animais em livros. Fomos à biblioteca da escola e encontramos alguns livros que trouxemos para a nossa sala.
Depois de muito procurarmos, fomos reduzindo as hipóteses que tinhamos até que, finalmente, descobrimos .... o bicho que encontramos à porta da sala é um...
                                          
                                                         Gafanhoto!!


Durante as nossas pesquisas, também descobrimos que os Gafanhotos gostam de comer hortaliças, como couves e alfaces, que saltam muito alto e que podemos encontrá-los em jardins. 


Agora que já sabíamos que os Gafanhotos gostam de estar em jardins, numa manhã, achamos que devíamos sair à rua e soltá-lo. 


E como não podia deixar de ser, aproveitámos para brincar no jardim! 

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

"Olha, aqui ninguém faz anos!"

Ao organizarmos o espaço da nossa sala um dos instrumentos que construímos foi o mapa de aniversários composto por todos os elementos do grupo.
Em conjunto, colamos as nossas fotografias nos meses em que fazemos anos e logo se ouviu "Olha, aqui não há ninguém!".
Percebemos, então, que existem alguns meses em que ninguém faz anos e outros com muitos aniversariantes.


Para descobrirmos quais os meses com mais e os meses com menos aniversariantes, fizemos uma leitura do mapa e registamos as nossas conclusões.


Desta forma, percebemos que a partir da particpação e da voz das crianças vão surgindo oportunidades para constuirmos conceitos matemáticos.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

A nossa nova sala!

Com o fim das férias, regressamos à escola cheios de energia e ansiosos para descobrirmos o que este novo ano nos trará. 
Durante estas semanas, recebemos os novos amigos e consolidamos antigas amizades das quais tínhamos tantas saudades. Exploramos o espaço da sala (agora como nosso) e encontramos materiais que, todos os dias, nos transportam para novas brincadeiras.



Este ano vai ser, com certeza, uma grande aventura!


terça-feira, 8 de agosto de 2017

Waffles sem ovo

Na sala, temos uma criança com alergia ao ovo, o que faz com que seja muitas vezes necessário substituir este ingrediente nas nossas sessões de cultura alimentar.

Para nos ajudar a mãe Joana, mãe da A., veio à nossa sala ensinar-nos uma forma de substituir o ovo nas nossas receitas. Para isso, utilizamos sementes de linhaça, que depois de humedecidas com água resultam muito bem.


Depois dos Waffles estarem prontos para comer, acompanhamo-los com várias frutas.

O nosso lanche foi bem especial e delicioso!


Obrigada família da A. por este momento!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Histórias com arte

Lembram-se do teatro de sombras da história do Elmer que assistimos e exploramos?

E das características de alguns animais que foram evidenciadas no teatro?

E se dessas características surgisse um grande projeto artístico?

Como???

Ora vejam!

Ao explorarmos as características individuais dos animais descobrimos os quadrados do Elmer, as riscas da Zebra e as pintas do Leopardo.
Resolvemos procurar obras de arte com esses elementos e descobrimos alguns pintores que os utilizavam de formas diferentes.


Depois de explorarmos as imagens dos artistas que encontramos , cada um de nós escolheu os materias e técnicas que queria utilizar para construirmos as nossas  próprias obras de arte.



O resultado final foi este...
Um grande painel recheado de criatividade!